sexta-feira, 27 de abril de 2012

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Na Horta

É público que o meu jeito para a horticultura não acompanha a vontade e o gosto... Talvez porque me entusiasmo muito com a plantação e depois não acompanho tanto como deveria... mas mais uma vez, apresento a minha "hortinha" aonde me tenho entretido com a Leonor...

Temos: ervilhas em grão, ervilhas de quebrar, couve roxa, alho francês, cebolas, feijão, rabanetes, salsa, vagem, favas...

As novidades

...que a Primavera trás...

As framboesas que o Rui Esteves amávelmente ofereceu...estão todas pegadas e quase, quase em flor...



 

Plantamos um mini bosque, ao lada da casa e do telheiro novo, com liquidambares, tem uma oliveira, que já lá estava mas que no próximo ano vai sair para outro lado, já fomos tarde com as plantações, por isso, não quisemos arriscar... Falta completar com mais canteiros de aromáticas e semear o trevo...


segunda-feira, 19 de março de 2012

...

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...

Miguel Torga

quarta-feira, 7 de março de 2012

A minha "greenhouse" de sonho

...não é nada de especial... mas imagino-a mais ou menos assim...

segunda-feira, 5 de março de 2012

...A preparar lançamento...


Já se desenham novas compotas, novos produtos, vem aí a Páscoa e doces não vão faltar...


Flora-on

Desde que criei o meu blogue que venho seguindo outros blogues, alguns de uma forma muito discreta, mas que não dispenso a minha visita. Um desses blogues é o "DIAS COM ÁRVORES", este blogue no final de Fevereiro, deu uma dica incrível de um site a não perder por todos aqueles que são amantes das plantas, citando o Paulo Araújo,no texto intitulado por Portal da felicidade:

 "Ajuda saber dar nome às plantas, pois quando elas saem do anonimato a paisagem ganha profundidade e ressonância. Nomeá-las pela primeira vez é inaugurar uma relação de amizade que se fortalece a cada reencontro. Ao dar-nos a conhecer os nomes das plantas (e as suas relações de parentesco, e os lugares onde vivem), o portal Flora-On, criado pela Sociedade Portuguesa de Botânica, multiplica a probabilidade de encontros felizes. Por isso o Flora-On é também o portal da felicidade."

" UI CA BOM!"

Acho piada ao nome que se dão ás coisas, ás pessoas...existe uma necessidade de seriar pessoas por estantes... aqui estão os músicos, aqui estão os atletas, aqui os gourmet... aqui os foodie..era a estes últimos que eu queria chegar.

Adorei as várias descrições e definições que fui encontrando por ai, fiz uma espécie de resumo e achei importante colocar no blogue, porque assim como eu, há muita gente com difuldade em se descrever quando lhe falam de gastronomia...eu sentia-me sempre perdida, porque por um lado adoro o tema por outro não me prendo "ao último grito"...Não gosto da mania de chamar gourmet a tudo, não me diz o lema " Se é caro é bom"... e o que gosto no fim de tudo, é estar á volta dos tachos e depois sentar-me á mesa com outros que gostam do mesmo e dar um grande suspiro " UI CA BOM!"

"Foodie é um termo informal Inglês para um determinado tipo de classe que gosta de comer e beber. A palavra foi criada em 1984 por Paul Levy, Ann Barr e Sloan Mat para seu livro, The Official Handbook Foodie (O manual oficial para foodies)."

A diferença entre um foodie e um gourmet é que o primeiro não é consumidor apenas de produtos de alta linha, vinhos e restaurantes caros. Pelo contrário, anda sempre á procura de sitios desconhecidos para o grande público. Não lhe interessa somente o melhor da gastronomia, tem interesse por tudo o que implica comer, cozinhar e receber gente em casa.

  • O foodie está disposto a gastar um pouco mais por uma boa experiência degustativa.
  • O foodie não morre, se não poder comer nas mesas dos grandes chef's. Sabe que algum dia irá.
  • Frequenta Tascas
  • Prepara assados especias, ao preparar assados em sua casa é fã de temperos diferentes
  • Gosta de sair para comer quando os lugares estão mais vazios sabendo que há a segurança de ter um jantar tranquilo, além da possibilidade de conhecer o cozinheiro.
  • Aos fins de semana, com mais tempo disponível, dedicam-se a fazer compras de manhã, cozinhar à tarde e receber os amigos à noite.
  • O Foodie é criativo: Sobrou-lhe um pouco de assado do domingo? Corta-o em cubinhos e prepara um delicioso prato. Sempre tem à mão uma cebola, um queijo tipo Filadélfia e uma lata de tomates para conceber um delicioso jantar.
  • Conhece os mercados “de rua”sabe, há muito tempo, aonde se conseguem peixes, carnes, legumes com ótima qualidade e preços acessíveis.
  • Ama as Delicatessen, Molho Tabasco ou de Pimenta, leite de coco, mostarda Dijon... as delicatessen são uma perdição para o foodie: sabe que muitas vezes um pequeno toque destes temperos dão “o” sabor aos pratos.
  • Não compra vinhos caros, o bom vinho é aquele que lhe sabe bem ao palato, seja ele de 5 ou de 50Euros.
  • Estuda sobre culinária, vê programas sobre cozinha, gosta de comprar comida, de produtos sazonais e regionais.
  • Paixão por malaguetas, pimentos, tomates e courgete, limões, tomilhos ...
...Não sei se é correto fazer estas distinções, mas que nos torna a vida mais fácil lá isso torna... por isto e por mais qualquer coisa, sim eu sou uma Foodie...ehehehe!!!!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Já será tarde, mas...

Eu sei que já foi muito tarde, mas só agora semeei:

Na Horta

Favas, ervilhas de quebrar, ervilhas em grão, rabanetes

No Jardim:

Astros, zínias ( de muitas qualidades), sécias, gipsofila, repolhos de jardim, prímulas, petúnias...

Eu e a Leonor dedicamo-nos á horta e jardim...tem sido mesmo divertido

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

És um doce, este mês na Luxwoman

...A próposito da reportagem sobre hortas urbanas, associado ao tema O campo na cidade, saiu uma referência ao projecto és um doce.
 Tudo começou por uma procura, da parte da revista, de hortelões... suscitou-lhes interesse, pelo facto de 5 designers que directa e indirectamente estão ligados á agricultura e dentro de tudo o que estamos a construir, umas coisas em conjunto A nossa empresa, FLORESTA VIVA, e outras a título individual "És um doce".
Deram maior relevância ao És um doce, por se inserir mais no conceito da revista e porque é uma alternativa a comercializar os excedentes... Nós ficamos contentes...

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

.. A vida do lado de cá...

A Tia Ana morreu... com 43 anos, deixou os campos das fragas... deixou o gato bé..deixou a ovelha joana... deixou saudades!!!
A Ana sempre foi uma mulher dura, como a vida a fez! Sempre viveu daquilo que a terra lhe dava...Sempre soube guardar o que a ela lhe pertencia, aprendeu sozinha o que era Mundo e com 43 anos, a má sorte trouxe-lhe a doença que ela descredibilizou... achamos sempre que somos imortais, não é??... E até somos, porque pessoas como a Ana não morrem...

As fragas, estão agora sozinhas... Não sei se lá voltarei... fui lá muito feliz! Tive um balancê numa Oliveira, tive aventuras nas Eiras..na poça... tinha morangos nas bordas..Fazia raminhos com pão com queijo ( prímulas), brincava ás cabeleireiras com as barbas de milho... andei de burro.. andei a cavalo... sempre tive medo aos bois ( ainda tenho)..Pisei uvas, ouvi o meu avô a tocar viola... brincava no milho que secava ao sol..apanhava amoras...

Ainda sinto o cheiro que se fazia sentir a caminho das fragas, depois da sesta da tarde, nas férias de Verão...quando o calor amainava, lá iamos nós de chapéuzinhos na cabeça..Eu a minha mãe e o meu irmão... ao longe, já ouviamos o meu avô a chamar pela Ana... " ó Ana..." " Senhor..." respondia ela...ouviasse ainda vinhamos longe...

Sou uma priveligiada, sou feita de cheiros do campo, sou da cor da erva..dos sons das levadas..tenho em mim o amor á terra... isto não se percebe se não se viveu...

Até sempre tia Ana

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Os patos ...

É pateira que se chama, o sitio aonde moram os patos???... Galinheiro não pode ser....!!!!
Não, não é a minha filha a colocar a questão...sou eu mesma!!!!

Está em bom caminho, falta: colocar as telhas na casinha, fazer um laguinho..enfim, construir o SPA dos patos não é assim de uma hora para a outra... Mas o Rafael está empenhado...chegou também a ajuda do vizinho João e a coisa está a correr bem...

Os patos chegaram cá a casa, oferecidos pela mãe da nossa vizinha Gisela ( Que boa vizinhança, pensam vocês...Nós pensamos também!!!!) Veio um pato e uma pata, que tiveram 18 ovos... mas infelizmente, a pata morreu ( foi o instinto do Zola, o nosso cão, que é um cão de presa...há quem diga que não tem a ver com instinto mas com dentes...enfim...)

Como a D.São tinha uma galinha a chocar uns ovinhos...acrescentou-lhe mais alguns e contra as espectativas,  conseguiram nasceram 7 patos!!!! Honestamente não sei destinguir um pato de uma pata...não sei se estes 7 brevemente se transformarão em 70...a ver vamos...



quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

O que por aí se encontra

Um site, cheio de coisas que se gosta...cheio de ideias...eheheh

http://pinterest.com/

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

A Ana...

"O mês do cuco, é o mês de Março.O mês que mais gosto... gosto de me por a pé bem cedo, ir monte acima a ouvir o cuco... a frescura das manhãs com o cuco a cantar...

...Ai!!! nos dias de calor, quando abro a poça a água corre pelos regos, eu com os pés descalços, a frescura da água nos meus pés..."

A minha tia Ana, é uma mulher do campo... não sabe viver de outra coisa, fala do trabalho com brilho nos olhos... Agora a vida tirou-lhe o campo, tirou-lhe a frescura das manhãs... tirou-lhe a água a correr nos pés, deu-lhe uma doença, deu-lhe uma cama de hospital... tirou-lhe as forças!!! Não sei o dia de amanhã...mas gostava que ela voltasse monte a cima no mês de março a ouvir o cuco...