segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

NOTICIA DE ÚLTIMA HORA:

A Mokinhas teve os cãezinhos ( 6 crias) das quais 2 não sobreviveram, temos 1 cão e 2 cadelas ( 1 dos machos já tem dono) para dar a quem queira estimar muito um animal... ainda não tiramos fotos, pois estavamos sem máquina em casa...mas assim tire coloco-as aqui!!! São uma ternuraaaaaa...a cara do pai o sr. Zola!!!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

RTP - BIOSFERA

Num Domingo destes assisti a mais uma excelente sessão do programa Biosfera, este abordava entre outras, a questão dos cosméticos no nosso organismo e os riscos que corremos numa má escolha... e chamou-me a atenção a possibilidade de podermos fazer em casa os nossos próprios cosméticos...fiquem com esta dica, eu esta semana vou experimentar fazer:

RTP - BIOSFERA

Jardinar....

Adoro sécias,zinias, papoilas, goivos...tudo o que cheire a Primavera... e já se podem semear para transplantarmos mais á frente.... Na casa de Bustelo houve um ano que semeei, não transplantei...e durante uns anos deu sempre flores na Primavera...são flores que chamam as abelhas, as borboletas... e chamam-nos a nós cá para fora, para sentir o cheirinho, para as fotografar....
De lá ( Bustelo) ainda não trouxemos algumas plantas que também queremos ter na Cavaleira, Pyonias, Glicínias, as Dálias...Japoneiras ( camélias)...

UI, Ui... que hoje passava a tarde a fazer um Jardim...

olhem a ideia que retirei do http://www.dona.nu/

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Um projecto que temos que acabar...

...Este ano, por meados de Junho já estarei em casa quase até ao Natal... nascerá o/a nosso/a pequeno/a...ou seja, o Verão será passado entre a Cavaleira e Bustelo...
Na Cavaleira temos um tanque com 4m x 4m...já dá para dar umas refrescadelas, iniciámos o processo já no outro Verão...mas entretanto não sei bem porquê não terminamos!!!
Este ano vou exigir como capricho de grávida que o Rafa ( com a minha ajuda) o termine... poderei assim, passar o tempo com a Leonor e o bébé de uma forma mais divertida... eu e a Leonor já andamos a combinar Pic-nics na vinha...no carvalhal...assim poderemos combinar junto ao tanque...O bébé sempre á sombrinha e nós na aguinha...( devem-me estar a imaginar a verdadeira mãe desnaturada)...

Mas eu ando com uma vontade...!!! Acho que vocês me entendem...                

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A 1ª inoculação de cogumelos em 2008

Encontrei estas fotos sem querer... e relembrei estes dias de trabalho que nos tem proporcionado belos manjares!!! 

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

A Nova aquisição!

Poderia estar mais completo...mas mesmo assim ajuda para o herbário!

A Salsa...

Adoro salsa...assim como, grande parte das ervas aromáticas...adoro saber mais um bocadinho sobre o que cada uma delas nos pode oferecer além dos aromas... Nós já temos uma lista de espécies na Cavaleira que passam a dezena, vamos querer ter muitas mais e em mais quantidade! Principalmente eu que sou fã!!!!
Hoje decidi partilhar mais informação sobre a Salsa que encontrei num site (http://www.ervasaromaticas.net/ )

Salsa

Petroselinum crispum

Provavelmente a única erva considerada indispensável pela maioria dos cozinheiros ocidentais, a salsa é uma erva bianual, versátil e robusta, originária da região do Mediterrâneo Oriental. Hoje é cultivada em quase todo o mundo onde o clima é temperado. A salsa-de-hamburgo, que é valorizada pela sua raiz e não pelas suas folhas, foi cultivada pela primeira vez Alemanha no século XVI.

Utilizações culinárias

A salsa é apreciada pelo seu sabor puro e fresco e é rica em ferro e vitaminas A e C. Utiliza-se em muitas partes do mundo para molhos, saladas, recheios e omeletas. Nas culturas anglo-saxónicas a sua utilização como condimento (excepto para o molho de salsa) em vez de simples guarnição é bastante recente. Adicione  salsa picada no final do tempo de cozedura para conferir um sabor refrescante aos alimentos. Raminhos fritos da salsa-frisada de cor verde-escura constituem uma excelente guarnição para o peixe frito. A salsa-de-hamburgo é utilizada em sopas e guisados, mas também pode ser escaldada e torrada ou então cozinhada de outras formas enquanto legume de raiz. É excelente com puré de batata.

Essencial numa série de misturas aromáticas tradicionais: ramos cheiros franceses, ervas finas e salsada; gremolata italiana  e salsa; e tabbouleh.

Vai bem com ovos, peixe, limão, lentilhas, arroz, tomate e a maioria dos legumes.

Combina bem com manjericão, louro, alcaparras, cerefólio, malaguetas, cebolinho, alho, erva-cidreira, manjerona e orégãos, hortelã, pimenta, alecrim, azedas, sumagre e estragão.



Salsa frisada

Excelente para guarnições, a salsa-frisada também confere um sabor leve e herbáceo e dá uma atractiva cor verde à maionese e a outros  molhos.



Salsa de folha lisa

Também denominada salsa continental ou salsa italiana, a salsa de folha lisa é a melhor para cozinhar e é a mais usada em toda a Europa e Médio Oriente.



Salsa de hamburgo


Cultivada essencialmente na Europa Central e Setentrional, a salsa de hamburgo não é mais difícil de plantar do que a salsa de folha. A raiz é muito parecida com uma pequena pastinaca ou,  quando é ocasionalmente redonda, com um aipo-rábano. O seu sabor situa-se entre o da salsa e do aipo-rábano, combinado com um leve travo a nozes. As folhas possuem um sabor e uma textura ásperos.



Notas de Sabor

A salsa possui um aroma ligeiramente picante, com um toque de anis e limão; o seu sabor é forte, herbáceo e apresenta uma ligeira nota apimentada. A salsa de folha lisa possui um sabor mais persistente e requintado do que a salsa frisada e uma textura mais fina. Ambas realçam os sabores de outros condimentos.

Partes Utilizadas

As folhas frescas são as mais usadas, mas os caules são óptimos para dar sabor aos caldos; a salsa de hamburgo cultiva-se devido ás suas raízes.

Comprar e Guardar

Compre salsa fresca em molhos grandes; guarde-a no frigorífico embrulhada em plástico. Deite fora os raminhos que tenham um aspecto viscoso e a salsa deverá conservar-se durante 4-5 dias. A salsa pode ser picada e congelada em pequenos recipientes ou em tabuleiros de cubos de gelo com um pouco de água. Não compre salsa seca.

Plante Você Mesmo

As sementes de salsa demoram algumas semanas a germinar, mas deixá-las de molho em água quente de um dia para o outro vai ajudar a acelerar o processo. Plante no solo e corte as mudas quando estas estiverem suficientemente grandes. Cultive sementes todos os anos, para que quando um grupo de plantas atingir o seu segundo ano de sementeira, uma nova colheita esteja pronta a ser utilizada. Apanhe a salsa a partir do final da primavera.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Acabadinho de sair

Projecto do aproveitamento do sotão...
Isto é coisa para se ir fazendo, mas o principio já está...na Primavera Verão sobe-se o pé direito ao telhado..o resto vai-se fazendo sem pressas !!!
Inicialmente tinhamos pensado nas escadas no escritório, mas iriamos perder uma divisão, então como a sala é grande decidimos colocar lá as escadas e ficar aquele espaço apenas para sala de jantar uma vez que está logo ali a cozinha e nós adoramos ter a mesa cheia de gente...fica sempre um espaço mais confortável, passando para cima a sala de estar, ficando assim, mais íntima!
Estamos a pensar numas escadas dentro destas parecem-nos mesmo bem em contraste com a pedra...!!!

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ano Novo, portão novo!!!


eheheh...agora sim a Cavaleira está totalmente fechadinha... ficou bem bonito!!! Não acham?